5 possíveis causas de Leucocitose

0
20


A leucocitose é uma condição na qual o número de leucócitos, ou seja, os glóbulos brancos do sangue, estão num valor acima do normal, que no adulto é de até 11.000 por mm³.

Uma vez que a função destas células é combater infecções e ajudar no trabalho do sistema imune, o seu aumento geralmente indica que existe um problema que o corpo está tentando combater e, por isso, pode ser um primeiro sinal de infecção, por exemplo.

O que é Leucocitose e Principais causas

Tipos de leucocitose

Os leucócitos são um grupo que inclui vários tipos de glóbulos brancos e, por isso, o aumento pode acontecer em apenas um desses tipos de células. Assim, existem 5 tipos principais de leucocitose:

  • Neutrofilia: é o aumento dos neutrófilos, que normalmente acontece por excesso de estresse, exercício físico exagerado, diabetes ou algumas infecções;
  • Linfocitose: consiste no aumento do número de linfócitos e é um dos tipos mais comuns, surgindo em casos de infecções recorrentes como gripe ou alergia, por exemplo;
  • Monocitose: é o aumento do número de monócitos e é uma alteração mais rara, que pode indicar infecções crônicas como tuberculose, colite ou até leucemia;
  • Eosinofilia: é uma elevação no número de eosinófilos e normalmente e mais comum no caso de alergias ou infecções por parasitas ou fungos;
  • Basofilia: consiste num aumento dos basófilos e é uma alteração muito rara que pode indicar problemas como asma, sinusite, anemia, colite ou até leucemia.

Para avaliar a quantidade destes componentes no sangue, o médico geralmente pede um leucograma, que vem incluído no hemograma. Os valores normais de leucócitos no sangue varia de acordo com a idade da pessoa. Veja mais sobre o leucograma e quais os valores de referência normais para cada idade.

Principais causas de leucocitose

Embora o número de leucócitos possa ser alterado por qualquer problema que afete o corpo e existam causas mais específicas de acordo com o tipo de leucócitos que está alterado, as causas mais comuns de leucocitose incluem:

1. Infecções

As infecções do organismo, sejam provocadas por vírus, fungos ou bactérias quase sempre causam alteração de algum dos tipos principais de leucócitos e, por isso, são uma importante causa de leucocitose.

Uma vez que existem muitos tipos de infecções, o médico precisa avaliar os sintomas que existem e pedir outros exames mais específicos para tentar identificar a causa específico, podendo então adequar o tratamento. Quando a causa está sendo difícil de identificar, alguns médicos podem optar por começar o tratamento com um antibiótico, já que a maioria das infecções é provocada por bactérias, e avaliar se existe melhora dos sintomas ou se os valores de leucócitos ficam regulados.

2. Alergias

As alergias, como asma, sinusite ou rinite são outras das causas mais comuns para o aumento do número de leucócitos, especialmente de eosinófilos e basófilos. 

Nestes casos, o médico geralmente pede um teste de alergias para tentar entender qual o motivo da alergia, principalmente se não existirem sintomas que possam ajudar no diagnóstico. Veja como é feito o exame de alergias.

3. Uso de medicamentos

Alguns medicamentos, como o Lítio ou a Heparina, são conhecidos por causar alterações nas células sanguíneas, especialmente no número de leucócitos, resultando em leucocitose. Por esse motivo, sempre que existe alteração no exame de sangue é muito importante informar o médico do tipo de remédios que se usa frequentemente.

Caso seja necessário, o médico pode ajustar a dose do medicamento que se está tomando ou então trocar por outro remédio que tenha um efeito semelhante, mas que não cause tanta alteração no sangue.

4. Inflamações crônicas

Doenças crônicas ou autoimunes, como colite, artrite reumatoide ou síndrome do intestino irritável podem causar um processo de inflamação constante, que leva o corpo a produzir mais leucócitos para combater o que está alterado no organismo. Assim, pessoas com alguma destas condições podem apresentar leucocitose, mesmo que estejam fazendo o tratamento para a doença.

Veja os principais sintomas de doenças crônicas comuns como a artrite reumatoide ou o intestino irritável.

5. Câncer

Embora seja mais raro, o aumento do número de leucócitos também pode indicar o desenvolvimento de um câncer. O tipo mais comum que câncer que provoca leucocitose é a leucemia, no entanto, outros tipos de câncer como o câncer de pulmão, também podem causar alterações nos leucócitos.

Sempre que existir suspeitas de câncer, o médico pode pedir outros exames para tentar confirmar a presença. Veja quais os 8 exames que podem ajudar a identificar a presença de câncer.

O que pode causar leucocitose na gravidez

A leucocitose é uma alteração relativamente normal na gravidez, sendo que o número de leucócitos podem até ir aumentando ao longo de toda a gestação para valores até 14.000 por mm³.

Além disso, os leucócitos também tendem a aumentar depois do parto devido ao estresse causado no corpo. Dessa forma, a mulher que esteve grávida pode apresentar leucocitose mesmo depois da gravidez, por algumas semanas.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here