5 possíveis complicações da malária


Caso a malária não seja identificada e tratada rapidamente pode causar algumas complicações, principalmente em crianças, gestantes e outras pessoas com o sistema imunológico mais mais debilitado. O prognóstico da malária é pior quando a pessoa tem sintomas como hipoglicemia, convulsões, alterações da consciência ou vômitos repetidos, devendo ser encaminhada com urgência ao pronto socorro para que os sintomas possam ser controlados.

A malária é uma doença infecciosa causada pelo parasita do gênero Plasmodium, que é transmitido para as pessoas por meio da picada do mosquito do gênero Anopheles. O mosquito, ao picar a pessoa, transmite o parasita, que se dirige ao fígado, onde se multiplica, e depois atinge a corrente sanguínea, atacando os glóbulos vermelhos e promovendo a sua destruição.

Entenda mais sobre a malária, seu ciclo de vida e principais sintomas.

5 possíveis complicações da malária

Complicações mais comuns

As complicações da malária geralmente acontecem quando a doença não é tratada ou quando a pessoa tem um sistema imune mais enfraquecido, como acontece em idosos, crianças ou grávidas.

Essas complicações incluem:

1. Edema pulmonar

Acontece quando existe um acúmulo excessivo de líquido nos pulmões e é mais comum de acontecer em gestantes, sendo caracterizado por respiração mais rápida e profunda, e febre alta, podendo resultar na Síndrome da angústia respiratória do adulto.

2. Icterícia

Surge devido à destruição excessiva dos glóbulos vermelhos e às lesões no fígado causados pelo parasita da malária, resultando no aumento da concentração de bilirrubina na corrente sanguínea, o que resulta na coloração amarelada da pele, conhecida como icterícia.

Além disso, quando a icterícia é grave, também pode causar alteração da cor da parte branca dos olhos. Saiba mais sobre a icterícia e como é feito o tratamento nestes casos.

3. Hipoglicemia

Devido ao excesso de parasitas no organismo, a glicose disponível no corpo é consumida mais rapidamente, resultando em hipoglicemia. Alguns sintomas que podem indicar a diminuição do açúcar no sangue incluem tonturas, palpitações, tremores e até perda de consciência.

5 possíveis complicações da malária

4. Anemia

Quando está na corrente sanguínea, o parasita da malária consegue destruir os glóbulos vermelhos, impedindo que funcionem corretamente e transportem sangue para todos os locais do corpo. Assim, é possível que a pessoa com malária desenvolva anemia, com sintomas como fraqueza excessiva, pele pálida, dor de cabeça constante e até sensação de falta de ar, por exemplo.

Veja o que comer para evitar ou tratar uma anemia, especialmente se já está fazendo o tratamento da malária.

5. Malária cerebral

Em casos mais raros, o parasita pode se espalhar pelo sangue e chegar no cérebro, causando sintomas como dor de cabeça muito intensa, febre acima de 40ºC, vômitos, sonolência, delírios e confusão mental.

Como evitar as complicações

Para diminuir o risco de complicações, é importante que o diagnóstico da malária seja feito logo no início dos sintomas para que assim possa ser iniciado o tratamento.

Além disso, é recomendado evitar locais de epidemia para diminuir os riscos de exposição ao agente infeccioso. Saiba como é feito o tratamento para a malária.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site