A sua pele tem Manchas? Alergia? É seca? Tem rugas? Faça o Teste


O tipo de pele é influenciado por fatores genéticos, ambientais e estilo de vida e, por isso, mudando alguns comportamentos é possível melhorar a saúde da pele, tornando-a mais hidratada, nutrida, luminosa e com uma aparência mais jovem. Para isso, é importante conhecer bem o tipo de pele, de forma a tomar melhores decisões quanto à escolha dos cuidados diários.

Uma das ferramentas que pode ajudar a determinar o tipo de pele é o Sistema de Baumann, que é um método de classificação que foi desenvolvido pela dermatologista Leslie Baumann. Este sistema é baseado em quatro parâmetros de avaliação: oleosidade, sensibilidade, pigmentação e tendência para desenvolver rugas. De entre a combinação destes parâmetros, é possível determinar 16 tipos de pele diferentes.

Para conseguir determinar o tipo de pele de Baumann, a pessoa deve responder a um questionário, cujo resultado, que avalia 4 parâmetros distintos, pode ser usado como orientação para escolher os produtos mais indicados.

Teste do tipo de Pele: Cosméticos mais indicados para o seu Rosto

Tipos de pele de Baumann

O sistema  de classificação dos tipos de pele é baseado em quatro parâmetros que avaliam se a pele é seca (D) ou oleosa (O), pigmentada (P) ou não pigmentada (N), sensível (S) ou resistente (R) e com rugas (W) ou firme (T), sendo que a cada um destes resultados é atribuída uma letra, que corresponde à letra inicial da palavra em inglês.

A combinação entre estes resultados produz 16 potenciais tipos de pele, com uma sequência de letras específica:

  Oleosa Oleosa Seca Seca  
Sensível OSPW OSNW DSPW DSNW Com Rugas
Sensível OSPT OSNT DSPT DSNT Firme
Resistente ORPW ORNW DRPW DRNW Com Rugas
Resistente ORPT ORNT DRPT DRNT Firme
  Pigmentada Não Pigmentada Pigmentada  Não Pigmentada  

Como saber o tipo de pele

Para saber qual o seu tipo de pele segundo o sistema de Baumann e quais os produtos mais indicados para o seu caso, basta selecionar os parâmetros que dizem respeito ao seu tipo de pele, na calculadora seguinte. Caso tenha dúvidas em relação a algum dos parâmetros, deve realizar o respetivo teste, que se encontra mais abaixo e, de seguida, assinalar na calculadora o resultado. Veja algumas dicas para avaliar o seu tipo de pele.

Teste de oleosidade: A minha pele é oleosa ou seca?

A pele seca caracteriza-se por uma insuficiente produção sebácea ou uma barreira cutânea deficiente, o que torna a pele mais suscetível a perder água e a ficar desidratada. Por outro lado, a pele oleosa produz maior quantidade de sebo, estando mais protegida da perda de água e do envelhecimento precoce, no entanto pode ser mais propensa a sofrer de acne. 

A maioria das pessoas tem uma pele com mais tendência para ser seca ou para ser oleosa. No entanto, algumas podem ter a pele mista, que é uma pele mais seca nas bochechas e oleosa na região da testa, nariz e queixo e sentir que os produtos não são eficazes o suficiente. Nestes casos, pode-se reforçar a hidratação e nutrição na região das bochechas e usar máscaras que ajudam a absorver a oleosidade apenas na área T, por exemplo. 

É importante ter em consideração que os tipos de pele em função das características hidrolipídicas não são necessariamente estáticos, ou seja, que fatores como o estresse, gravidez, menopausa, exposição a temperaturas e climas diferentes podem levar a alterações no tipo de pele. Por isso, pode-se refazer o teste sempre que necessário.

Teste de sensibilidade: A minha pele é sensível ou resistente?

A pele sensível pode sofrer de problemas como acne, rosácea, queimação e reações alérgicas. Por outro lado, uma pele resistente apresenta um estrato córneo saudável, que a protege de alérgenos e outros irritantes e a impede de perder muita água. As peles resistentes raramente sofrem de problemas de acne, mas mesmo que isso aconteça, podem ser usadas formulações mais fortes para tratar o problema, porque não existe o risco da pele reagir.

Teste de pigmentação: A minha pele é pigmentada ou não?

Este parâmetro mede a tendência que a pessoa pode ter para desenvolver hiperpigmentação, independentemente da cor de pele, se bem que as peles mais escuras são mais prováveis de manifestar o tipo de pele pigmentada.

Este parâmetro identifica pessoas com histórico ou propensão para sofrer de mudanças na pigmentação da pele, como melasma, hiperpigmentação pós-inflamatória e sardas solares, que podem ser evitadas ou melhoradas através do uso de produtos tópicos e procedimentos dermatológicos. 

Teste de rugosidade: A minha pele é firme ou tem rugas?

Este parâmetro mede o risco que a pele tem de desenvolver rugas, tendo em conta os comportamentos do quotidiano que promovem a sua formação, e a pele de familiares, para determinar a influência genética. Pessoas com pele “W” não apresentam necessariamente rugas quando preenchem o questionário, mas correm grande risco de as desenvolver.



Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site