Ácido deoxicólico para queixo duplo


O ácido deoxicólico é um injetável indicado para reduzir a gordura submentoniana em adultos, também conhecida por papada ou duplo queixo, sendo uma solução não invasiva e mais segura que a cirurgia, com resultados visíveis logo nas primeiras aplicações.

Este tratamento pode ser realizado em clínicas de estética por um médico ou numa clínica de odontologia, por um dentista, e o preço de cada aplicação varia de pessoas para pessoa, dependendo da quantidade de gordura ou da região a tratar, por exemplo, sendo, por isso, aconselhado realizar primeiro uma avaliação com o médico.

Conheça outros tratamentos para eliminar o queixo duplo.

Ácido deoxicólico para papada

Como funciona o ácido deoxicólico

O ácido deoxicólico é uma molécula que está presente no corpo humano, nos sais biliares, e serve para metabolizar as gorduras.

Quando aplicada na região da papada, esta substância destrói as células de gordura, também conhecidas por adipócitos, estimulando uma resposta inflamatória pelo organismo, que vai ajudar a eliminar os resíduos celulares e os pedaços de gordura da região.

Como os adipócitos são destruídos, menos quantidade de gordura se vai acumular neste local e os resultados são visíveis cerca de 30 dias depois.

Como é feita a aplicação

O ácido deoxicólico deve ser administrado por um profissional de saúde, podendo ser aplicado previamente um anestésico topico, para reduzir a dor da picada. A dose recomendada é de cerca de 6 aplicações de 10 mL, espaçadas, no mínimo, por um mês, no entanto o número de aplicações também vai depender da quantidade de gordura que a pessoa tenha.

O ácido deoxicólico é injetado no tecido adiposo subcutâneo, na região da papada, usando uma dose de 2 mg/cm2, dividido por 50 injeções, no máximo, de 0,2 mL cada, até um total de 10 mL, espaçadas de 1 cm.

A região próxima do nervo mandibular marginal deve ser evitada, de forma a evitar lesões neste nervo, que pode causar assimetria no sorriso.

Contraindicações

O ácido deoxicólico injetável é contraindicado na presença de infecção no local da injeção e em pessoas com menos de 18 anos. Além disso também não deve ser usado por grávidas ou mulheres que estejam a amamentar, porque não há estudos suficientes que comprovem a sua segurança.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais que podem ocorrer com o uso do ácido deoxicólico são inchaço, hematoma, dor, dormência, eritema, endurecimento no local de injeção e mais raramente, dificuldade para engolir. 

Além disso, embora seja raro, existe o risco de lesão do nervo da mandíbula e infecção.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site