Calázio no olho: sintomas, causas e tratamento


O calázio consiste na inflamação das glândulas de Meibômio, que são glândulas sebáceas que se encontram situadas perto das raízes dos cílios e que produzem uma secreção gordurosa. Esta inflamação resulta na obstrução da abertura destas glândulas, levando ao aparecimento de cistos que podem aumentar ao longo do tempo, podendo comprometer a visão.

O tratamento para o calázio normalmente é feito com o uso de compressas quentes, mas caso o cisto não desapareça ou aumente de tamanho, é importante consultar um oftalmologista para que possa ser avaliada a possibilidade de remoção por meio de um pequeno procedimento cirúrgico.

O que é o calázio no olho, porque acontece e como tratar

Sintomas do calázio no olho

Os sintomas mais comuns provocados pelo calázio no olho são:

  • Formação de um cisto ou caroço, que pode aumentar de tamanho
  • Inchaço das pálpebras;
  • Dor no olho;
  • Irritação no olho;
  • Dificuldade para enxergar e visão turva;
  • Lacrimejamento;
  • Sensibilidade à luz.

Depois de alguns dias, a dor e a irritação podem desaparecer, ficando apenas um caroço indolor na pálpebra que cresce lentamente durante a primeira semana, podendo continuar a crescer, exercendo cada vez mais pressão sobre o globo ocular e podendo deixar a visão turva.

Principais causas

O calazio é mais comum de acontecer em pessoas que possuem seborreia, acne, rosácea, blefarite crônica ou que têm conjuntivite recorrente, um vez que é causada pelo bloqueio das glândulas localizadas nas pálpebras inferior ou superior. Conheça outras causas de cisto no olho.

Diferenças entre calázio e terçol 

O calazio provoca pouca dor, cura em poucos meses e não é causada por bactérias, diferentemente do terçol, que é caracterizada pela inflamação das glândulas de Zeis e Mol, devido à presença de bactérias, e que provoca muita dor e desconforto, além de curar em cerca de 1 semana.
Assim, é importante ir ao médico mal apareçam os primeiros sintomas de forma a seguir o tratamento adequado, já que, no caso do terçol, pode ser necessário tomar um antibiótico. Saiba mais sobre o terçol.

Qual o tratamento

A maioria dos calázios curam sozinhos, desaparecendo sem tratamento em cerca de 2 a 8 semanas. No entanto, se forem aplicadas compressas quentes 2 a 3 vezes ao dia durante cerca de 5 a 10 minutos, o calázio pode desaparecer mais rapidamente. Mas, é importante lavar sempre bem as mãos antes de tocar na região ocular.

Se o calázio continuar a crescer e não desaparecer entretanto, ou se provocar alterações na visão, pode ter que se recorrer a uma pequena cirurgia que consiste na drenagem do calázio. Pode também ser aplicada no olho uma injeção com um corticosteroide, para ajudar a reduzir a inflamação.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site