Cólica menstrual forte: Saiba quando pode ser endometriose


A endometriose consiste na implantação de tecido do útero em outros órgãos do corpo da mulher, como ovários, bexiga e intestino, causando inflamação e dor abdominal. Entretanto, muitas vezes é difícil detetar a presença desta doença, pois os sintomas ocorrem mais frequentemente durante a menstruação, o que pode confundir a mulher.

Para saber se a dor é somente cólica menstrual ou se está sendo causada pela endometriose, deve-se ficar atenta à intensidade e localização da dor, devendo-se suspeitar da presença de endometriose, quando há:

  1. Cólica menstrual muito intensa ou mais intensa do que a habitual;
  2. Cólica abdominal fora do período menstrual;
  3. Sangramento muito abundante;
  4. Dor durante o contato íntimo;
  5. Sangramento ou dor na urina ou intestino, durante a menstruação;
  6. Cansaço crônico;
  7. Dificuldade para engravidar.

Entretanto, antes de confirmar a endometriose, é necessário excluir outras doenças que também podem causar estes sintomas, como síndrome do intestino irritável, doença inflamatória pélvica ou infecção urinária, por exemplo.

7 sinais que a dor menstrual pode ser endometriose

Como diagnosticar a endometriose

Na presença dos sinais e sintomas que indiquem endometriose, deve-se procurar o ginecologista, para avaliar as características da dor e do fluxo menstrual e para que sejam feitos os exames físico e de imagem, como ultrassom transvaginal.

Em alguns casos, o diagnóstico pode não ser conclusivo, podendo ser indicada a realização de uma videolaparoscopia para confirmação, que é um procedimento cirúrgico com uma câmera que irá procurar, nos vários órgãos do abdômen, se existe tecido uterino se desenvolvendo. 

Em seguida, é iniciado o tratamento, que pode ser feito com anticoncepcional ou cirurgia. Saiba mais sobre o tratamento para a endometriose.

Outras causas de endometriose

Não se sabe ao certo quais as causas exatas que provocam a endometriose, mas existem alguns fatores que podem desencadear esta doença, como a menstruação retrógrada, transformação das células peritoniais em células endometriais, transportes de células endometriais para outros locais do corpo ou distúrbios do sistema imunológico.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site