Como é feito o diagnóstico do HPV

0
12


Para saber se há infecção pelo vírus HPV, é preciso que o médico analise a região genital da pessoa com o objetivo de identificar alguma lesão, além de ser necessária a realização de exames que possam identificar a presença do vírus. O vírus HPV, dependendo do seu subtipo, pode levar ao aparecimento de verrugas ou pequenas lesões na região genital, que podem ser percebidas por meio da observação minuciosa da região em um local privado e com bastante claridade.

Caso seja verificada alterações no pênis ou na vagina, é recomendado consultar o ginecologista ou urologista para que sejam reconhecidas as lesões como sendo características do vírus HPV, bem como para que sejam solicitados e realizados outros exames que permitam o diagnóstico, como por exemplo colposcopia e papanicolau, no caso das mulheres, e a peniscopia no caso dos homens.

Como identificar o HPV e o que significa o resultado

Que exames é preciso fazer para saber se é HPV?

O diagnóstico do HPV deve ser feito pelo ginecologista ou urologista de acordo com a observação da região genital e do resultado de exames mais específicos.

No caso das mulheres, o exame mais solicitado é o Papanicolau, que permite a identificação de lesões provocadas pelo vírus, mas não é eficaz no que diz respeito à detecção do HPV, devendo ser solicitados outros exames. Outro exame que permite avaliar as lesões provocadas pelo HPV é a colposcopia, que no caso dos homens recebe o nome de peniscopia, que é feito pelo urologista.

Além disso, o teste de hibridização molecular ou captura híbrida são técnicas mais especificas para detectar o vírus do papiloma humano porque há analise dos genes do vírus, podendo identificar qual o subtipo do vírus e, assim, permitir que o médico faça o prognóstico e determine o tratamento caso haja necessidade. Para realização desses testes, é necessária coleta de uma pequena porção da lesão, que deve ser enviada ao laboratório para análise.

Conheça mais sobre os exames que identificam o HPV.

O que significa ter HPV positivo?

O resultado HPV positivo não significa, necessariamente, câncer, até porque apenas alguns subtipos do vírus são capazes de promover alterações cancerígenas. Normalmente só é recomendada a realização de exames mais específicos para confirmação do câncer caso o teste de HPV e o Papanicolau ou a Peniscopia são alterados.

No caso de ter HPV positivo e não haver alterações no Papanicolau, significa que a pessoa é portadora do vírus mas que não há alterações celulares. Nesses casos, o médico normalmente recomenda a realização de um novo exame 12 meses depois para confirmar a presença do vírus que na maioria dos casos desaparece até 2 anos depois. Saiba se o HPV tem cura.

Veja de forma simples no vídeo a seguir quais os sintomas e como tratar esta doença.

Imagem ilustrativa do vídeo: HPV - o que é e como se trata
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here