Como eliminar o Verme do Cachorro da pele Humana


O verme do cachorro é um tipo de parasita que pode entrar no corpo humano através de pequenas feridas na pele, causando uma irritação na pele no local de entrada do parasita. A infecção pelo verme do cachorro resulta na Síndrome da Larva Migrans, cujos sintomas variam de acordo com o parasita causador:

  • Larva migrans cutânea, que é causada pelo Ancylostoma braziliense e o Ancylostoma caninum, popularmente chamados de bicho geográfico, que é caracterizada pela presença de feridas em forma de caminho resultado da movimentação da larva;
  • Larva migrans visceral, que é causada pelo parasita do gênero Toxocara sp., que após entrar no organismo atinge a corrente sanguínea e chega à vários órgãos, principalmente fígado e pulmões;
  • Larva migrans ocular, que também é causada pelo Toxocara sp., e que após entrar no corpo se dirige para o globo ocular, resultando em sintomas relacionados à visão.

Os vermes do cachorro estão presentes em seu intestino, seus ovos são liberados nas fezes e no ambiente as larvas são liberadas, podendo penetrar na pele e causar infecção. O tratamento é feito com o uso de remédios antiparasitários, principalmente Albendazol e Mebendazol, que pode ser em forma de comprimido ou pomada e têm como objetivo eliminar o parasita. 

Sintomas e tratamento do verme do cachorro

Principais sintomas

O principal sintoma relacionado à infecção pelos vermes dos cachorros é a presença de inchaço, vermelhidão e dor, em alguns casos, no local em que o parasita entrou no corpo, sendo mais frequente no pé ou nas pernas. Os sintomas podem variar de acordo com o local em que o parasita se aloja e o tipo de reação que causa. No entanto, os principais sintomas de infecção são:

  • Sensação de algo se movendo por baixo da pele;
  • Ferida vermelha, em forma de caminho, que vai aumentando aproximadamente 1 cm por dia;
  • Coceira intensa na pele, que piora durante a noite;
  • Febre;
  • Dor abdominal;
  • Inchaço na pele em volta da ferida;
  • Hipereosinofilia, que corresponde ao aumento na quantidade de eosinófilos no sangue;
  • Tosse persistente;
  • Aumento do fígado e do baço, que acontece quando o parasita atinge esses órgãos.

Em alguns casos o parasita pode chegar ao globo ocular, causando dificuldade para enxergar, vermelhidão, dor e coceira no olho, aparecimento de manchas brancas na pupila, fotofobia e visão turva, por exemplo. Veja como reconhecer os sintomas do verme de cachorro no olho.

Estes sintomas são mais comuns na pele do pé ou da pernas, uma vez que o verme normalmente entra no corpo devido ao contato com o solo contaminado.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a infecção pelos vermes do cachorro deve ser orientado pelo médico, sendo importante continuar o tratamento mesmo que não existam mais sintomas. Normalmente o tratamento é feito com o uso de antiparasitários, como o Albendazol, Tiabendazol ou Mebendazol por 5 dias. Saiba mais sobre como é feito o tratamento do verme de cachorro.

Quando a infecção resulta em sintomas oculares, o médico normalmente indica o uso de colírios com corticoides para tratar os sintomas e evitar a progressão da doença, já que a eficácia do tratamento com antiparasitários ainda não é comprovado nessas situações.

Como evitar pegar o verme do cachorro

A melhor forma de evitar pegar o verme do cachorro é não andar descalço em locais que possam estar contaminados com fezes de animais, como praias, jardins, parques ou na rua, por exemplo.

Além disso, quem tem um animal doméstico deve recolher sempre o cocô quando levar o animal na rua, por exemplo, assim como fazer a desparasitação regular.



Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site