Como identificar a sarcoidose e como é feito o tratamento


A sarcoidose é uma doença inflamatória, de causa desconhecida, caracterizada pela inflamação em várias partes do corpo, como pulmão, fígado, pele, e olhos, além da formação de ínguas, resultando em cansaço excessivo, febre ou perda de peso, por exemplo.

Apesar da causa da sarcoidose ainda não ser muito bem estabelecida, acredita-se que pode ser causada pelo resposta do organismo a um ou vários agentes invasores, ou até mesmo devido à reação do organismo contra ele mesmo, sendo, portanto, considerada uma doença auto-imune.

A sarcoidose não tem cura, no entanto é de grande importância a realização do tratamento para que sejam evitadas possíveis complicações, como insuficiência respiratória e renal, cegueira e paraplegia, por exemplo.

Sarcoidose: o que é, sintomas e como tratar

Sintomas de sarcoidose

De acordo com o local em que é verificada maiores evidências de inflamação, a sarcoidose pode ser classificada de acordo com os sintomas principalmente em:

1. Sarcoidose pulmonar

O comprometimento do pulmão acontece em mais de 90% das pessoas diagnosticadas com sarcoidose, podendo o processo inflamatório ser percebido por meio da radiografia de tórax. Os principais sintomas relacionados à sarcoidose pulmonar são tosse seca e persistente, devido a obstruções nas vias respiratórias, dificuldade para respirar e dor no peito.

Além disso, dependendo do estágio de inflamação, a pessoa pode apresentar fibrose do tecido pulmonar, sendo necessária realização de transplante, além de hipertensão arterial pulmonar.

2. Sarcoidose da pele

Em que há o aparecimento de lesões inflamatórias na pele, estanto presente em mais de 30% das pessoas diagnosticadas com sarcoidose. Os principais sintomas desse tipo de saicoidose são formação de queloides, aparecimento de manchas vermelhas na pele e alteração da cor, além de crescimento de bolinhas debaixo da pele, principalmente nas áreas próximas a cicatrizes.

3. Sarcoidose ocular

No caso do acometimento dos olhos, os sintomas mais característicos são visão embaçada, dor nos olhos, vermelhidão, olhos secos e hipersensibilidade à luz. A frequência de manifestações clínicas da sarcoidose relacionadas aos olhos varia de acordo com a população, sendo mais frequente de acontecer em japoneses.

É importante que os sintomas oculares sejam tratados, pois caso contrário pode resultar em cegueira.

4. Sarcoidose cardíaca

O comprometimento cardíaco na sarcoidose é mais frequente na população japonesa e tem como principais sintomas insuficiência cardíaca e alterações nos batimentos cardíacos.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico inicial da sarcoidose é feito pelo médico por meio da observação dos sintomas e realização de exames que permitam indicar se houve comprometimento de órgãos. Assim, o médico pode indicar, principalmente, a realização da radiografia de tórax, já que o pulmão é o órgão mais acometido nessa doença.

O diagnóstico dessa doença, no entanto, é difícil, já que a causa ainda não é muito bem estabelecida. Por isso, normalmente é solicitada a realização de exames laboratoriais complementares, bem como a biópsia da lesão granulomatosa ou do órgão acometido e de outros exames de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Como tratar

A sarcoidose não tem cura, no entanto, o tratamento tem como objetivo aliviar os sintomas e evitar a progressão da doença. Assim, o médico pode recomendar o uso de medicamentos glicocorticoides, à base de corticoides, como Betametasona ou Dexametasona, ou medicamentos imunossupressores, como a Azatioprina, por exemplo.

No caso do comprometimento de órgãos, é importante que o médico avalie a extensão do comprometimento, bem como se ainda há alguma função, podendo ser necessária a realização de transplante de órgãos dependendo do caso.

É recomendado também que a pessoa diagnosticada com sarcoidose seja acompanhada periodicamente pelo médico, mesmo que não apresente sintomas, para que seja verificada a evolução da doença e resposta ao tratamento.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site