Conheça as principais doenças associadas ao uso de drogas

0
10


O uso de drogas pode favorecer a ocorrência de várias doenças, como endocardite, insuficiência renal, doenças respiratórias e infecciosas que podem ser transmitidas por via sexual ou através do compartilhamento de agulhas contaminadas.

A gravidade da doença causada pela droga depende do tipo e da quantidade de droga ingerida, que tende a aumentar com o passar do tempo devido à dependência. As doenças normalmente surgem alguns meses após o início do uso das drogas, sendo normalmente precedidas por alterações comportamentais. Conheça os sinais do uso de drogas.

Identificar que a pessoa está fazendo uso de droga é extremamente importante, pois assim evita-se não só doenças, mas também previne-se a overdose e melhora a qualidade de vida da pessoa. Saiba o que é overdose e quando acontece.

Saiba quais são as doenças mais comuns causadas pelas Drogas

As principais doenças associadas ao consumo de drogas lícitas e ilícitas são:

1. Distúrbios comportamentais

As drogas podem possuir efeitos estimulantes, depressores ou perturbadores do sistema nervoso, o que pode resultar em depressão, euforia ou perda do sentido da realidade, por exemplo, dependendo da droga consumida.

As drogas estimulantes, como o crack e a cocaína, são aquelas que provocam em um curto período de tempo intensa euforia, excitação, diminuição do sono, descontrole emocional e perda da noção da realidade. Por outro lado, as depressoras, como a heroína por exemplo, causam aumento do sono, sensação exagerada de calma, diminuição dos reflexos e menor capacidade de raciocínio.

As drogas perturbadoras do sistema nervoso são aquelas que provocam alucinações, alteração da percepção do tempo e do espaço e delírios, como a maconha, o ecstasy e o LSD, sendo também chamadas de alucinógenas ou psicodislépticas. Saiba mais sobre os efeitos das drogas.

2. Doenças sexualmente transmissíveis

A droga não leva à ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis diretamente, no entanto o uso de drogas injetáveis como heroína, por exemplo, principalmente quando a agulha é compartilhada entre diferentes pessoas, pode aumentar as chances do desenvolvimento de DSTs, como a gonorreia e a sífilis, por exemplo, já que o agente causador da doença pode está presente na circulação sanguínea. Entenda mais sobre as DSTs.

Além disso, o uso de drogas deixa o sistema imunológico mais suscetível, o que pode favorecer a infecção pelo vírus HIV e desenvolvimento da AIDS, que pode ser transmitida de pessoa para pessoa não só através do contato íntimo desprotegido, mas também através do compartilhamento de seringas e agulhas. Saiba tudo sobre a AIDS e o HIV.

3. Endocardite infecciosa

A endocardite infecciosa corresponde à inflamação do tecido que reveste o coração, sendo provocada por bactérias, que podem chegar ao coração como consequência de DSTs ou ao uso de agulhas contaminadas por bactérias, sendo as bactérias inoculadas no organismo por meio do uso de drogas injetáveis em seringas infectadas.

Na endocardite, o funcionamento das válvulas cardíacas é comprometido, além disso, pode haver aumento do tamanho do coração, o que dificulta a passagem do sangue e pode levar a outras complicações, como insuficiência cardíaca, AVC e embolia pulmonar, por exemplo. Veja quais são os sintomas da endocardite infecciosa e como é feito o tratamento.

Saiba quais são as doenças mais comuns causadas pelas Drogas

4. Enfisema pulmonar

O enfisema pulmonar é uma doença respiratória caracterizada pela perda da elasticidade e destruição dos alvéolos normalmente causada pelo uso excessivo de cigarro, mas também pode acontecer devido à inalação de drogas ilícitas, como o crack e cocaína, por exemplo.

As partículas de pó se instalam nos alvéolos pulmonares e dificultam a troca gasosa, o que resulta em dificuldade para respirar, tosse e sensação de falta de ar. Veja como identificar o enfisema pulmonar.

5. Insuficiência renal e hepática

O consumo excessivo de drogas tanto ilícitas quanto lícitas, como as bebidas alcoólicas, por exemplo, podem sobrecarregar vários órgãos, principalmente rins e fígado, resultando na insuficiência desses órgãos.

Os problemas relacionados ao fígado, principalmente a cirrose, está relacionada ao consumo excessivo e frequente de bebidas alcoólicas. Veja quais são os efeitos do álcool no organismo.

A insuficiência renal está muito relacionada ao acúmulo de toxinas no sangue, sobrecarregando os rins, que deixam de filtrar o sangue corretamente. Entenda o que é a insuficiência renal.

6. Desnutrição

O uso de alguns tipos de droga, principalmente as estimulantes, como o crack e a cocaína, comprometem o sistema que regula a fome. Assim, a pessoa não come de forma adequada e, consequentemente, não consegue ter todos os nutrientes essenciais para que seja estabelecido o bem estar, ficando desnutrido. Conheça as consequências da desnutrição.

7. Comprometimento cerebral

Devido ao efeito no sistema nervoso, o uso constante e excessivo de drogas podem ocasionar lesões permanentes no cérebro e destruição de neurônios, comprometendo assim todo o estado de saúde da pessoa.

Veja também como é feito o tratamento para usuários de drogas.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here