Diferença entre dermátomo e miótomo

0
47


Os dermátomos são determinadas áreas do corpo inervados por um nervo que sai da coluna vertebral. A coluna é composta por 33 vértebras e possui 31 pares de nervos que se distribuem pelo corpo, de forma organizada.

Cada nervo que sai da coluna é responsável por conferir sensibilidade e força numa determinada área do corpo, e por isso sempre que há uma compressão ou corte de um nervo, uma determinada área do corpo fica comprometida. Dessa forma é possível identificar qual parte da medula espinhal foi afetada por uma compressão, traumatismo ou hérnia de disco, quando uma pessoa diz que sente sensação de formigamento, fraqueza ou impossibilidade de movimentar um braço ou a parte lateral do pé, por exemplo.

Ao todo existem 31 dermátomos que são divididos como que em forma de ‘fatias’, como mostra a imagem a seguir:

Mapa de dermátomos e miótomos do corpo

Mapa de dermátomos e miótomos do corpo

Mapa de dermátomos do corpo

A melhor forma de identificar todos os dermátomos do corpo é observar uma pessoa na posição de 4 apoios, porque assim as ‘fatias’ ficam mais fáceis de serem percebidas. A seguir estão os principais dermátomos do corpo:

  • Dermátomos cervicais – Rosto e pescoço: são especialmente inervados pelo nervo que sai das véretebras C1 e C2;
  • Dermátomos torácicos – Tórax: são as regiões enervadas por nervos que saem das véretebras T2 a T12;
  • Dermátomos dos membros superiores – Braços e mãos: são inervados pelos nervos que saem das véretebras C5 a T2;
  • Dermátomos lombares e dos membros inferiores – Pernas e pés: contêm as regiões inervadas pelos nervos que saem das véretebras L1 a S1;
  • Glúteos: é a área inervada pelos nervos que estão no sacro, em S2 à S5.

O mapa dos dermátomos geralmente são utilizados pelos médicos e fisioterapeutas para identificar a presença de alterações ou compressões na medula, pois, caso surjam alterações de sensibilidade em determinada área do corpo, é mais fácil identificar qual o local da coluna que está sendo comprometida, por um traumatismo ou hérnia de disco, por exemplo. 

Mas além disso, os dermátomos também podem ser usados em terapias alternativas, como a acupuntura ou reflexologia, para estimular diretamente determinados locais da medula espinhal ou outros órgãos inervados pelo par de nervo correspondente. Dessa forma o acupunturista poderá inserir uma agulha na coluna, com o intuito de aliviar a dor e o desconforto que surgem em outras áreas do corpo. 

Mapa dos dermátomos na posição de 4 apoios

Mapa dos dermátomos na posição de 4 apoios

Diferença entre dermátomo e miótomo

Os dermátomos se referem a alterações sensitivas da pele, enquanto que os miótomos são responsáveis pelos movimentos dos músculos dessa mesma região. O quadro a seguir indica alguns exemplos:

Raiz nervosa – Miótomo Movimentos Raiz nervosa – Miótomo Movimentos
C1 Flexionar a cabeça T2 a T12
C2 Extender a cabeça L2 Flexionar a coxa
C3 Flexionar lateralmente a cabeça L3 Extender o joelho
C4 Elevar o ombro L4 Dorsiflexão
C5 Abduzir o braço L5 Extensão do hálux
C6 Flexionar o antebraço e extensão do punho S1 Eversão do pé + extensão da coxa + flexão do joelho
C7 Extender o antebraço e flexionar o punho S2 Flexão do joelho
C8 Extender o polegar e desvio ulnar desse dedo S3 Músculos intrínsecos do pé
T1 Abrir e fechar os dedos S4 e S5 Movimentos peri anais

Assim, quando a pessoa apresenta sensação de dormência na parte lateral do pé, o mais provável, é que haja uma alteração na coluna, mais especificamente entre as vértebras L5 e S1, porque este é o seu dermátomo. Mas quando ela apresenta fraqueza e dificuldade de dobrar o braço, a região afetada é a cervical, especificamente C6 e C7, porque esta região é o seu miótomo.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here