Digeplus: posologia, contraindicações e efeitos colaterais


O Digeplus é um medicamento que tem na sua composição cloridrato de metoclopramida, dimeticona e pepsina, que são usados no tratamento de problemas digestivos como dificuldades de digestão, sensação de peso no estômago, enfartamento, distensão abdominal, excesso de gases intestinais e arrotos.

Este remédio pode ser comprado em farmácias, mediante apresentação de receita médica, por um preço de cerca de 30 reais.

Para que serve o Digeplus

Como usar

A dose recomendada de Digeplus é de 1 a 2 cápsulas antes das principais refeições, durante o tempo que for necessário ou indicado pelo médico. A ação do medicamento inicia-se cerca de meia hora após a ingestão e dura por 4 a 6 horas.

Quem não deve usar

O Digeplus é contraindicado em pessoas que tenham hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula e em casos de sangramento, bloqueio ou perfuração gastrintestinal.

Além disso, este medicamento também não deve ser usado em pessoas comdoença de Parkinson ou com história de epilepsia e deve ser usado com cautela em pessoas com história de depressão, pois pode comprometer as habilidades mentais ou físicas nesses pacientes.

Este medicamento também é contraindicado em crianças e adolescentes e não deve ser usado por grávidas e mulheres que estejam a amamentar, a não ser que seja recomendado pelo médico.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento dom Digeplus são aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos, palpitações, distúrbios do ritmo do coração, inchaço, hipotensão, hipertensão maligna, erupções cutâneas, retenção de líquidos, hiperprolactinemia, distúrbios no metabolismo, febre, produção de leite, aumento da aldosterona, prisão de ventre, diarreia, náuseas, vômitos, alterações no exame de sangue e efeitos extrapiramidais.

Além disso, podem ainda ocorrer sonolência, fadiga, inquietação, tonturas, desmaios, dor de cabeça, depressão, ansiedade, agitação, falta de ar, dificuldade para dormir ou se concentrar, movimentos rápidos e rotatórios dos olhos, incontinência e retenção urinária, impotência sexual, angiodema, broncoespasmo e insuficiência respiratória.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site