Encoprese: o que causa e como tratar

0
84


Encoprese é o vazamento de fezes na roupa íntima da criança que, na maioria das vezes, acontece de forma involuntária e sem que a criança perceba. 

Esta incontinência costuma surgir por uma prisão de ventre anterior, com acúmulo de fezes endurecidas, geralmente, devido a causas psicológicas. Por isso, a principal forma de tratamento é com a realização de psicoterapia com um psicólogo infantil e acompanhamento pelo pediatra, que poderá indicar formas de melhorar a consistência das fezes e tratar a prisão de ventre.

Apesar de ser mais comum em meninos após os 4 anos, a encoprese pode surgir em qualquer idade, afetando tanto homens quanto mulheres. Nos adultos, a incontinência fecal afeta mais os idosos, principalmente, por alterações no funcionamento dos músculos que formam o reto e o ânus, causadas por parto, cirurgias ou deformidades na região. Confira mais causas e como tratar este problema no adulto em incontinência fecal. 

O que é Encoprese e o que fazer para curar

Quais são as causas

Apesar de poder surgir por alterações no aparelho digestivo da criança, na maior parte das vezes, a encoprese está relacionada com uma prisão de ventre crônica, fazendo com que as fezes duras e secas se acumulem na região final do intestino. Desta forma, o tônus muscular e a sensibilidade da região ficam prejudicados, e há o vazamento de fezes, sem que a criança perceba ou consiga controlar.

As principais causas de retenção de fezes na criança incluem:

  • Medo ou vergonha de usar o vaso sanitário;
  • Ansiedade durante o aprendizado ao uso do toalete;
  • Estar passando por um período de estresse;
  • Dificuldade em chegar ou acessar o banheiro;
  • Dieta com pouca fibra e com excesso de gorduras e carboidratos;
  • Pouca ingestão de líquidos;
  • Fissura anal, que provoca dor durante a evacuação.
  • Doenças que lentificam o funcionamento do intestino, como acontece no hipotireoidismo. 
  • Problemas mentais, como déficit de atenção e hiperatividade ou esquizofrenia.

A encoprese surge nas crianças de 4 anos ou mais, pois antes desta idade, é comum haver uma maior dificuldade para controlar o esfíncter anal. Além disso, é comum que a encoprese seja acompanhada de enurese, que é a incontinência urinária durante a noite. Saiba até quando é normal a criança fazer xixi na cama. 

Como é feito o tratamento

A encoprese tem cura, e para ser tratada é necessário resolver a sua causa, sendo fundamental ter paciência e ajudar a criança a desenvolver um hábito de usar o vaso sanitário regularmente, além de fazer melhorias na alimentação, com frutas, vegetais e líquidos, como forma de prevenir a persistência da prisão de ventre. Saiba o que fazer para combater a prisão de ventre na criança. 

O pediatra ou gastroenterologista podem indicar o uso de laxantes, em xarope, comprimido ou supositórios, como Lactulose ou Polietilenoglicol, por exemplo

. A realização de psicoterapia também é importante para a criança a estar mais à vontade com o uso do vaso sanitário e a evacuação, e uma das técnicas muito usadas pelos psicólogos é a ludoterapia, em que a criança libera seus sentimentos e problemas através da brincadeira.  

Caso a encoprese seja provocada por uma doença que afeta o trato digestivo da criança, poderá ser necessário fazer o tratamento específico da doença e, em situações mais raras, cirurgia.

Consequências da encoprese

A encoprese pode provocar algumas consequências negativas ã criança, como baixa auto-estima, irritação, isolamento social. Por isso, é muito importante que, durante o tratamento, os pais dêem apoio à criança, evitando críticas excessivas. 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here