Mordida cruzada: como identificar, tratamento e quando usar aparelho


A mordida cruzada é um desalinhamento dos dentes que faz com que, quando se fecha a boca, um ou mais dentes do maxilar superior não alinhem com os de baixo, ficando mais próximos da bochecha ou da língua, e deixando o sorriso torto.

Existem dois tipos principais de mordida cruzada:

  • Posterior: é quando os dentes de cima e de trás fecham por dentro dos dentes de baixo;
  • Anterior: é quando os dentes de cima à frente fecham por trás dos dentes de baixo.

Além do problema estético, a mordida cruzada pode ainda ter outros efeitos negativos como aumento do risco de cáries e de doença das gengivas que acontecem, principalmente, pela maior dificuldade em escovar corretamente os dentes.

O que é a Mordida Cruzada e como tratar

A mordida cruzada geralmente surge logo durante a infância, mas não desaparece sozinha, sendo necessário fazer o tratamento com uso de aparelho, cirurgia, ou remoção de dentes, por exemplo. Assim, se existir suspeita desta alteração, mesmo em crianças, é importante consultar um dentista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Principais formas de tratamento

Idealmente, o tratamento para a mordida cruzada deve ser iniciado durante a infância ou adolescência, quando os dentes definitivos ainda estão crescendo. No entanto, existem várias formas de tratamento, que também podem ser usadas no adulto:

1. Uso de um expansor de palato

O expansor de palato é um aparelho que é fixado no céu da boca, entre os molares, e que vai alargando-o, empurrando os dentes para fora. Para que funcione corretamente é preciso fazer consultas regulares no dentista para ir aumentando gradualmente o tamanho.

Este método funciona melhor em crianças, pois o céu da boca ainda está se desenvolvendo, sendo possível controlar melhor seu tamanho, no entanto, também pode ser usado em alguns adultos.

2. Remoção de dentes

Esta técnica é mais utilizada em casos em que a mordida é alterada por influência dos dentes de baixo. Isto porque após remover um ou mais dentes, o dentista cria espaço suficiente para que os dentes possam crescer adequadamente, sem afetar o alinhamento.

O que é a Mordida Cruzada e como tratar

3. Uso de aparelho dentário

Esta é uma das formas de tratamento mais utilizadas, especialmente durante a adolescência e a idade adulta, pois ajuda a puxar os dentes para os local correto e a alinhá-los. Para isso, é aplicado um aparelho sobre os dentes que fazer pressão constante para “puxar” ou “empurrar” os dentes, alinhando a mordida.

Dependendo do grau de alteração da mordida e da idade, este tipo de aparelhos pode ser usado entre alguns meses até vários anos, variando bastante de pessoa para pessoa. Confira que outros sinais podem indicar que é preciso usar aparelho.

4. Cirurgia

A cirurgia é o melhor tratamento para adultos com mordida cruzada, pois, embora seja uma técnica mais invasiva, produz os resultados com melhor estética. Para fazer este tipo de cirurgia, o cirurgião quebra o maxilar em várias partes e depois utiliza pequenos parafusos e aparelhos dentários para recolocá-los no local correto.

Como evitar cáries durante o tratamento

Uma vez que a maioria dos tratamentos para a mordida cruzada utilizada algum tipo de aparelho fixado nos dentes é muito importante manter uma higiene bucal adequada, para evitar o surgimento de cáries e até de doenças das gengivas.

Para isso, é aconselhado lavar bem os dentes, especialmente juntos dos locais onde o aparelho se liga ao dente, assim como passar fio dental entre os dentes. Além disso, também se deve evitar comer alimentos muito doces ou que grudem facilmente nos dentes, pois podem deixar restos mais difíceis de eliminar e que facilitam o crescimento de bactérias.

Confira como escovar corretamente os dentes, mesmo usando aparelho dentário.

O que é a Mordida Cruzada e como tratar

Possíveis causas para a mordida cruzada

Existem 3 tipos principais de causas para a mordida cruzada, que incluem:

  • Fatores hereditários: isto acontece quando existe genética para ter o osso da mandíbula mais largo que o superior, fazendo com que os dentes fiquem desalinhados;
  • Atraso no crescimento dos dentes: faz com que os dentes de cima e de baixo cresçam em momentos diferentes, podendo fazer com que fiquem mais afastados;
  • Chupar no dedo: esta atividade pode fazer com que o céu da boca se desenvolva menos, ficando menor que o normal e desalinhando os dentes;

Além disso, quando existe algum problema anatómico no nariz ou garganta, como aumento das amígdalas, por exemplo, a criança pode passar a respirar pela boca e, quando isso acontece a língua fica constantemente levantada e pousada no céu da boca, o que pode prejudicar o desenvolvimento do maxilar, causando o desalinhamento dos dentes.

Quais as possíveis complicações

Quando não se faz o tratamento adequado para a mordida cruzada podem existir várias complicações, que variam de acordo com o grau de alteração do alinhamento dentário:

  • Desgaste excessivo dos dentes e das gengivas;
  • Mordidas acidentais frequentes das bochechas;
  • Aumento do risco de cáries e doenças das gengivas;
  • Dor na região do pescoço e ombros;

Em alguns casos a mordida cruzada pode até causar o surgimento de dor de cabeça frequente, que acontece especialmente devido à contração constante do músculo da mandíbula, que também pode ser conhecido como bruxismo, e que acaba ficando muito tenso e dolorido, irradiando a dor para a cabeça. Saiba mais sobre o bruxismo e como aliviar.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site