O que fazer em caso de Prolapso Retal


O que se deve fazer em caso de prolapso retal é ir rapidamente ao hospital, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado, que muitas vezes inclui o uso de cirurgia, especialmente no adulto.

No entanto, como o prolapso pode causar desconforto, antes de ir para o hospital pode-se:

  1. Tentar empurrar delicadamente a parte do reto exteriorizada para o interior do corpo, com as mãos lavadas;
  2. Pressionar uma nádega contra a outra, para evitar que o reto volte a sair.

Em alguns casos o prolapso pode ser colocado no local correto com as mãos e não voltar a sair. No entanto, após algumas horas, ou dias, o prolapso pode voltar a aparecer, já que o enfraquecimento dos músculos se mantém. Assim, é sempre importante consultar um médico para avaliar a necessidade de fazer cirurgia.

Já em crianças é muito comum que o prolapso vá desaparecendo com o crescimento e, por isso, embora da primeira vez precise ser avaliado pelo médico, nas vezes seguintes o prolapso pode ser apenas colocado no sítio, sendo apenas importante relatar ao pediatra o que aconteceu.

O que fazer em caso de Prolapso Retal

Qual o melhor tratamento

A única solução eficaz para o prolapso retal em adultos, principalmente se for frequente, é o tratamento cirúrgico para prolapso retal, que consiste na retirada de uma parte do reto e na fixação do mesmo ao osso sacro por via perineal ou abdominal. A cirurgia para prolapso retal é uma intervenção simples e quanto mais cedo for feita, mais cedo se previnem danos no reto.

Saiba mais sobre como é feita esta cirurgia e quais as outras opções de tratamento.

O que acontece se não for feito tratamento

Caso o tratamento não seja feito de forma adequada ou caso o médico informe de que é preciso fazer cirurgia, mas a pessoa opta por não fazer, existe um risco muito elevado de o prolapso ir aumentando ao longo do tempo.

À medida que o prolapso aumenta de tamanho, o esfíncter anal também vai sofrendo um alongamento, deixando-o com menos força. Quando isso acontece existe um grande risco de a pessoa desenvolver incontinência fecal, já que o esfíncter deixa de ser capaz de segurar as fezes.

Quem tem maior risco de prolapso

O prolapso retal normalmente aparece em pessoas com fraqueza dos músculos da região pélvica, sendo por isso mais frequente em crianças ou idosos. No entanto, o risco também aumenta em pessoas com:

  • Prisão de ventre;
  • Malformação do intestino;
  • Aumento da próstata;
  • Infecções intestinais.

Estas causas podem levar ao surgimento do prolapso principalmente devido ao aumento da pressão na região abdominal. Assim, pessoas que precisam fazer muita força para evacuar também têm um risco acrescido de ter um prolapso.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site