O que pode ser o ganho de peso rápido e o que fazer

0
23


Ganhar peso não é problema, desde que aconteça de forma saudável, por isso não é preciso ter vergonha dos quilinhos a mais que surgem na balança. No entanto, o ganho de peso pode acontecer de forma rápida e inesperada, não estando necessariamente relacionada com a alimentação, mas com alterações hormonais, estresse, uso de medicamentos e idade, por exemplo, em que há diminuição do metabolismo e aumento do acúmulo de gordura. Conheça os alimentos que aceleram o metabolismo.

Por isso, caso seja percebido ganho de peso de forma inesperada, mesmo que haja a prática de exercícios e hábitos saudáveis de alimentação, é importante ir ao médico para que sejam feitos exames e se possa identificar a causa e iniciar o tratamento, caso haja necessidade.

Entenda o porquê de estar engordando rápido

As principais causas de ganho de peso rápido são:

1. Retenção de líquidos

A retenção de líquidos pode levar ao aumento do peso devido ao acúmulo de líquido dentro das células, que pode acontecer devido a uma alimentação rica em sódio, pouca ingestão de água, uso de alguns medicamentos e devido a algum problema de saúde, como problemas cardíacos, alterações da tireoide, doenças renais e hepáticas, por exemplo.

Caso seja percebido inchaço, é importante ir ao médico para que possa ser identificada a causa e iniciado o tratamento. Veja como acabar com a retenção de líquidos.

2. Problemas hormonais

A alteração na produção de alguns hormônios pode levar ao ganho de peso rápido, como por exemplo o hipotireoidismo, que é caracterizado por alterações na tireoide que levam à diminuição da produção dos hormônios T3 e T4, que auxiliam o metabolismo fornecendo a energia necessária para o bom funcionamento do organismo. Saiba mais sobre o exame T4.

Assim, com a diminuição da produção dos hormônios tireoidianos, ocorre diminuição do metabolismo, cansaço excessivo e acúmulo de gordura, o que promove o ganho rápido de peso. Conheça os sintomas do hipotireoidismo.

3. Uso de medicamentos

O uso prolongado de alguns medicamentos pode levar ao aumento de peso. No caso dos corticoides, por exemplo, o uso constante pode alterar o metabolismo das gorduras, resultando na distribuição irregular das gorduras no corpo e aumento de peso. Veja quais são os principais efeitos colaterais dos corticoides.

O ganho de peso varia de pessoa para pessoa, mas caso a pessoa se sinta muito incomodada, é recomendado que consulte o médico para buscar alternativas de tratamento. É importante não interromper o uso do medicamento sem antes consultar o médico, pois pode haver regressão ou progressão do quadro clínico.

4. Prisão de ventre

A prisão de ventre, também chamada de intestino preso ou constipação intestinal, é caracterizada pela diminuição da frequência de evacuações e quando acontece, as fezes são secas e duras, o que favorece o surgimento de hemorroidas, por exemplo. Devido à falta de evacuações, as fezes são acumuladas, o que gera sensação de inchaço e de ganho de peso. Saiba quais são os sintomas de prisão de ventre.

O intestino preso acontece principalmente devido à alimentação pobre em fibras e falta de atividades físicas. Assim, caso seja notada diminuição da frequência de evacuações, é importante mudar os hábitos e, caso persista, procurar orientação do gastroenterologista.

Entenda o porquê de estar engordando rápido

5. Idade

A idade é uma das principais causas de ganho de peso rápido e de forma não intencional. Isso acontece porque com o avançar da idade, o metabolismo torna-se mais lento, ou seja, o organismo tem mais dificuldade para queimar gorduras, fazendo com que fique estocada por mais tempo, levando ao aumento do peso.

No caso das mulheres, por exemplo, a menopausa, que acontece normalmente a partir dos 40 anos, também pode levar ao ganho de peso, pois há diminuição da produção dos hormônios femininos, o que leva à retenção de líquidos e, consequentemente, aumento do peso. Veja tudo sobre a menopausa.

6. Gravidez

É normal que ocorra o ganho de peso na gravidez devido ao feto e a quantidade de alimentos que devem ser consumidos, já que deve ser o suficiente para nutrir a mãe e o bebê. Saiba como controlar o peso na gravidez.

7. Insônia

A insônia, que é um distúrbio do sono caracterizado pela dificuldade para dormir ou para permanecer dormindo, pode causar o ganho de peso rápido e sem querer. Isso porque o hormônio responsável pelo sono, a melatonina, quando não produzida ou produzida em pequena quantidade, além de impedir o sono adequado, diminui o processo de queima de gordura, aumentando o peso. Saiba mais sobre a melatonina.

Além disso, como consequência de noites mal dormidas, há diminuição da produção do hormônio responsável pela sensação de saciedade, a leptina, o que faz com que a pessoa continue comendo e, consequentemente, ganhe peso.

8. Estresse, depressão e ansiedade 

Em situações de estresse e ansiedade, por exemplo, a tensão sentida constantemente faz com que a pessoa busque alimentos que lhe garantam sensação de prazer e bem-estar e que aliviem a tensão sentida no momento, sendo normalmente consumidos doces, por exemplo. Além disso, nessas situações há aumento da produção do hormônio cortisol, que é o hormônio responsável pelo bem-estar, mas em situações de estresse, a concentração desse hormônio aumenta e pode resultar no ganho de peso. Saiba mais sobre o hormônio cortisol.

O ganho de peso devido à depressão acontece da mesma forma: na tentativa de melhorar o humor, a pessoa passa a comer alimentos que promovam a sensação de bem-estar, como chocolates e bolos, por exemplo, além de haver diminuição da disposição e do interesse pelas coisas cotidianas. Veja quais são os principais sintomas da depressão.

9. Falta de nutrientes

Um dos sintomas da falta de nutrientes é o cansaço excessivo e a falta de vontade de fazer as atividades diárias. Assim, a fadiga pode fazer com que a pessoa não tenha vontade ou disposição para fazer exercícios, o que faz com que o metabolismo fique mais lento e ocorra o aumento de peso.

A falta de nutrientes pode ocorrer devido ao consumo de alimentos nutricionalmente pobres, a uma alimentação pouco variada ou devido à deficiência do organismo em absorver esses nutrientes mesmo que haja uma dieta adequada. Saiba como identificar a falta de vitaminas.

O que fazer

Caso seja percebido que está havendo ganho de peso de forma não-intencional, é recomendado ir ao médico para que sejam solicitados exames e, assim, possa ser verificada a causa do ganho de peso rápido e iniciado o tratamento adequado para a situação.

Independendo do ganho ou perda de peso, é importante manter hábitos saudáveis, como a prática regular de exercícios físicos e uma alimentação adequada, pois melhora a qualidade de vida, a sensação de bem-estar e previne várias doenças. Saiba quais são os benefícios de uma alimentação saudável.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here