Para que serve o Lisador


O Lisador é um remédio que tem na sua composição três substâncias ativas: a dipirona, o cloridrato de prometazina e o cloridrato de adifenina, que estão indicadas para o tratamento da dor, da febre e das cólicas.

Este medicamento pode ser encontrado em farmácias por um preço de cerca de 6 a 32 reais, dependendo da dimensão da embalagem e pode ser comprado sem receita médica.

Para que serve o Lisador

Para que serve

O Lisador tem na sua composição a dipirona que é um analgésico e antipirético, o cloridrato de prometazina, que é um anti-histamínico, sedativo, anti-emético e anticolinérgico e a adifenina é antiespasmódica e relaxante da musculatura lisa. Devido a estas propriedades, este medicamento é usado para:

  • Tratamento de manifestações dolorosas;
  • Baixar a febre;
  • Cólicas do trato gastrointestinal;
  • Cólicas nos rins e fígado;
  • Dores de cabeça;
  • Dores musculares, articulares e pós-operatórias.

A ação deste medicamento tem início cerca de 20 a 30 minutos após a ingestão e o seu efeito analgésico dura por cerca de 4 a 6 horas.

Como usar

A posologia varia em função da forma farmacêutica e da idade:

1. Comprimidos

A dose recomendada de Lisador é de 1 comprimido a cada 6 horas em crianças com mais de 12 anos e 1 a 2 comprimidos a cada 6 horas em adultos. O medicamento deve ser ingerido com água e sem mastigar. A dose máxima não deve exceder 8 comprimidos diários.

2. Gotas

A dose média para crianças acima dos 2 anos de idade é de 9 a 18 gotas a cada 6 horas, não se devendo exceder as 70 gotas diárias. Para adultos, a dose recomendada é de 33 a 66 gotas a cada 6 horas, não devendo ser excedidas 264 gotas ao dia.

3. Injetável

A dose média recomendada é de meia a uma ampola por via intramuscular em intervalos mínimos de 6 horas. A administração da injeção deve ser realizada por um profissional de saúde.

Quem não deve usar

Este remédio não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, em pessoas com problemas renais, cardíacos, nos vasos sanguíneos, no fígado, porfiria e problemas específicos no sangue, como agranulocitopenia e deficiência genética  da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Também está contraindicado em casos de hipersensibilidade aos derivados pirazolônicos ou ao ácido acetilsalicílico ou em pessoas que tenham úlcera gastroduodenal.

Além disso, também não deve ser usado na gravidez ou no período de amamentação. Os comprimidos não devem ser usados em crianças menores de 12 anos. Conheça opções naturais para combater as dores mais comuns.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Lisador são coceira e vermelhidão na pele, diminuição da pressão arterial, coloração avermelhada da urina, perda de apetite, náuseas, desconforto gástrico, prisão de ventre, diarreia, secura da boca e das vias respiratórias, dificuldade para urinar, azia, febre, problemas oculares, dor de cabeça e secura da pele.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site