Principais causas do câncer de pulmão (e não é só o cigarro)

0
94


O principal responsável pelo desenvolvimento de câncer no pulmão é o uso de cigarro, pois cerca de 90% de todos os casos deste tipo de câncer acontece em fumantes, sendo que o risco aumenta de acordo com o número de cigarros fumados por dia e o número de anos que se é fumante.

No entanto, o câncer de pulmão também pode acontecer em quem nunca fumou, especialmente em quem está em contato frequente com a fumaça do cigarro ou a outros produtos químicos como radônio, arsênico ou berílio, por exemplo, embora esse risco seja muito inferior ao de quem fuma

O câncer de pulmão é perigoso, pois tem uma alta taxa de mortalidade, por isso, é importante investir em formas de prevenção, como evitar o fumo e adotar hábitos de vida saudáveis.Também é importante procurar a avaliação médica caso surjam sintomas que indiquem esta doença, como falta de ar, tosse crônica e perda de peso, por exemplo. Saiba identificar os sintomas de câncer de pulmão.

O que pode causar Câncer de Pulmão

Principais fatores de risco

Os fatores de risco que podem provocar o câncer de pulmão incluem:

  • Fumar;
  • Inalar a fumaça do cigarro de outras pessoas, sendo, assim, um fumante passivo;
  • Estar exposto ao gás radônio e outros químicos periogosos como arsênico, berílio, cádmio, hidrocarbrometos, sílica, gás mostarda e níquel;
  • Viver em regiões com muita poluição ambiental;
  • Ter predisposição genética, sendo que pessoas com história de pais ou avós que tiveram câncer de pulmão podem ter o risco aumentado..

Além disso, ter feito tratamento para outros tipos de câncer também pode aumentar o risco, especialmente nos casos de câncer de mama, linfoma Hodgkin e câncer nos testículos tratados com radioterapia.

Pessoas com estes fatores de risco devem fazer consultas regulares ao clínico geral ou pneumologista, como forma de serem feitas avaliações da saúde dos pulmões e rastreio de qualquer alteração que possa ser sugestiva, como um nódulo.

Porque o cigarro pode causar câncer

A fumaça do cigarro é composta por diversas substâncias cancerígenas que preenchem os pulmões durante o fumo, como alcatrão e benzeno, que provocam lesões nas células que revestem o interior do órgão.

Quando estas lesões acontecem de vez em quando, o pulmão pode ser capaz de se reparar, mas quando acontecem constantemente, como no caso dos fumantes, as células não conseguem se reparar rapidamente, provocando a multiplicação errada das células e, consequentemente, o câncer.

Além disso, o tabagismo está associado ao surgimento de vários outros problemas de saúde, como enfisema, infarto e alterações da memória. Confira 10 doenças provocadas pelo tabagismo.

Existe algum tipo de cigarro mais perigoso?

Todos os tipos de cigarro aumentam as chances de ter câncer, não só de pulmão, mas também de outros locais boca, garganta, mama e estômago. Isto acontece tanto com o tabaco tradicional, como outras versões como o cigarro “light”, cachimbo, charuto, cigarro de palha ou narguilé, assim como com o tabaco de mascar, por exemplo.

Como se proteger do câncer de pulmão

A melhor forma de se proteger contra o câncer no pulmão é evitar todas as substâncias cancerígenas e, por isso, a principal recomendação consiste em evitar fumar cigarros ou respirar sua fumaça.

Porém, fazer exercício físico regular e ter uma alimentação saudável e variada, evitando frituras, bebidas alcoólicas em excesso e alimentos muito ricos em açúcar, também ajuda a diminuir as chances de ter qualquer tipo de câncer. Veja quais são as principais atitudes para viver mais e melhor, evitando câncer. 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here