Saiba o que é a infecção urinária nos rins


A pielonefrite é uma infecção do trato urinário, geralmente causada por bactérias vindas da bexiga, que atinge os rins provocando inflamação. Essas bactérias estão presentes normalmente no intestino, mas devido a alguma condição podem proliferar e atingir os rins.

Essa inflamação é mais comum em bebês com menos de um ano, mulheres, por causa da maior proximidade entre o ânus e a uretra, e em homens com hiperplasia prostática benigna, pois há um aumento na retenção urinária. 

A pielonefrite pode ser classificada como:

  • Pielonefrite aguda, quando a infecção surge de forma repentina e intensa, desaparecendo ao fim de algumas semanas ou dias;
  • Pielonefrite crônica, que é caracterizada por infecções bacterianas recorrentes e que não foram bem curadas, provocando inflamação prolongada no rim e lesões graves que podem levar a insuficiência renal.
O que é a pielonefrite e principais sintomas

Principais sintomas

Os sintomas mais característicos da pielonefrite são a dor na lombar e a cólica renal. Outros sintomas são:

  • Dor e ardência ao urinar;
  • Vontade constante de urinar;
  • Urina com mau cheiro;
  • Febre;
  • Náuseas;
  • Urina turva.

Além disso, no exame de urina são indicadas a presença de inúmeras bactérias e leucócitos além de presença de sangue, em alguns casos. Veja quais são os sintomas da infecção urinária.

Além das formas aguda e crônica, a pielonefrite pode se denominada enfisematosa ou xantogranulomatosa de acordo com os sintomas que surgem. Na pielonefrite enfisematosa há acumulo de gases produzidos pelas bactérias presentes no rim, sendo mais comum nos diabéticos, enquanto que a pielonefrite xantogranulomatosa é caracterizada por uma inflamação intensa e constante do rim, o que leva a sua destruição.

Pielonefrite na gravidez

A pielonefrite na gravidez geralmente se deve a uma infecção prolongada na bexiga, causada geralmente por bactérias ou fungos como, Candida albicans.

Na gravidez, as infecções renais são bastantes comuns, pois o aumento dos níveis de hormônios como progesterona leva ao relaxamento do trato urinário, facilitando a entrada de bactérias na bexiga e a sua multiplicação. Quando a infecção não é diagnosticada ou tratada, os microrganismos vão se multiplicando e começam a subir no trato urinário, atingindo os rins e causando a sua inflamação.

O tratamento da pielonefrite na gravidez pode ser feito com antibióticos, como a amoxicilina, que não têm efeitos sobre o desenvolvimento do bebê.

Como é feito o tratamento

O tratamento da pielonefrite geralmente é feito com antibióticos como amoxicilina ou ciprofloxacina e deve começar o quanto antes para prevenir lesões nos rins e evitar que as bactérias se espalhem pela corrente sanguínea causando septicemia. Para aliviar a dor podem ser usados analgésicos e anti-inflamatórios.

Quando a pielonefrite é causada por obstrução ou malformação do rim, pode ser necessária a cirurgia para corrigir o problema.

A pielonefrite aguda, quando não tratada, pode favorecer a ocorrência de septicemia, abscesso renal, falência renal, hipertensão e pielonefrite crônica. Em caso de pielonefrite crônica, lesões graves no rim e insuficiência renal, além do uso de antibióticos, pode ser necessário fazer diálise todas as semanas para filtrar o sangue.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico de pielonefrite é feito pelo urologista através da avaliação dos sintomas do paciente, exame físico como palpação da região lombar e exame de urina para identificar a presença de sangue, leucócitos e bactérias na urina. Os exames de ultra-som, raio-x e tomografia computadorizada podem ser realizados para confirmar o diagnóstico.

A urocultura e o antibiograma também podem ser solicitados pelo médico com o objetivo de identificar qual o agente causador da pielonefrite e estabelecer a melhor linha de tratamento. Entenda como é feita a urocultura. 

A pielonefrite pode ser confundida com a uretrite e a cistite, uma vez que todas são infecções do trato urinário. No entanto, a pielonefrite corresponde a infecção que atinge os rins, enquanto que na cistite as bactérias atingem a bexiga e na uretrite, a uretra. Saiba o que é a uretrite e como tratar.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site