Saiba quais são os benefícios do cardo-mariano

0
15


​O Cardo mariano, também conhecido como Cardo-leiteiro, Cardo-santo ou Serralha-de-folhas, é uma planta medicinal muito utilizada para fazer remédios caseiros para problemas no fígado e na vesícula biliar, por exemplo. O seu nome científico é Silybum marianum e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas feiras livres.

A susbtância ativa dessa planta é a Silimarina, que além de atuar no fígado e vesícula biliar, aumenta a produção de leite materno. Saiba mais sobre o remédio natural para aumentar a produção de leite materno.

Cardo-Mariano: o que é, para que serve e como usar

Para que serve 

O cardo-mariano possui propriedade anti-inflamatória, adstringente, digestiva, diurética, regeneradora e anti-séptica, podendo ser utilizada para auxiliar o tratamento de enxaqueca, enjooes, varizes, problemas no baço ou na vesícula biliar. 

A principal aplicação do cardo-mariano é no tratamento de alterações do fígado, isso devido a um de seus constituintes, a Silimarina. Essa susbtância atua diretamente nas células do fígado que estão lesionadas devido ao excesso de susbtâncias tóxicas, como por exemplo o álcool, regenerando-as e impedindo novas lesões. Assim, o cardo mariano pode ser utilizado para auxiliar o tratamento de cirrose, hepatite ou gordura no fígado, por exemplo. Veja 11 sintomas de problemas no fígado.

Como usar

Os frutos do cardo-mariano normalmente são utilizados para fazer chá. O chá é feito com uma colher de chá de frutos esmagados e 1 xícara de água fervente. Deve-se deixar descansar por 15 minutos, coar e beber 3 a 4 xícaras por dia.

Esse chá deve apenas complementar o tratamento indicado pelo médico para gordura no fígado, devendo ser acompanhado de exercícios e dieta, além de evitar fumar e consumir bebibas alcoólicas. Veja outros remédios caseiros para gordura no fígado.

O cardo-mariano se consumido em excesso pode causar irritação no estômago e provocar queimaduras na mucosa gástrica, além de diarreia, vômitos e náuseas. Por isso, o uso dessa planta medicinal é contra-indicado em gestantes ou mulheress durante o aleitamento, crianças, hipertensos, pessoas com problemas renais ou gástricos, como gastrite ou úlceras, por exemplo.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here