Transtorno Alimentar Noturno – sintomas e tratamento

0
29


A Síndrome do Comer Noturno, também conhecida como Transtorno Alimentar Noturno, se caracteriza por 3 pontos principais:

1. Anorexia matutina: o indivíduo evita alimentar-se durante o dia, especialmente no período da manhã;

2. Hiperfagia vespertina e noturna: após a ausência de refeições durante o dia, ocorre um consumo exagerado de alimentos especialmente a partir das 18h;

3. Insônia.

Essa síndrome tende a ser desencadeada pelo estresse, e ocorre especialmente em pessoas que já têm excesso de peso. Quando os problemas melhoram e o estresse diminui, a síndrome tende a desaparecer.

Como saber se é a Síndrome do Comer Noturno

Sintomas da Síndrome do Comer Noturno

A Síndrome do Comer Noturno ocorre mais em mulheres e pode surgir ainda na infância ou na adolescência. Se acha que pode ter esse distúrbio, marque seus sintomas:

É importante destacar que esta síndrome está associada a outros problemas como obesidade, depressão, baixa autoestima em pessoas com obesidade. Veja a diferença dos sintomas da compulsão alimentar.

Como é feito o Diagnóstico

O diagnóstico da Síndrome do Comer Noturno é feito pelo médico ou pelo psicólogo, e é baseado principalmente nos sintomas comportais do paciente, lembrando que não pode haver comportamentos de compensação, como ocorre na bulimia ao se provocar os vômitos, por exemplo. 

Para complementar, o médico também pode pedir exames que dosam os hormônios Cortisol e Melatonina. Em geral, o cortisol, que é o hormônio do estresse, encontra-se elevado nesses pacientes, enquanto a melatonina está baixa, que é o hormônio responsável pela sensação de sono à noite.

Como tratar

O tratamento da Síndrome do Comer Noturno é feito com acompanhamento psicoterápico e uso de medicamentos de acordo com a prescrição médica, que pode incluir remédios como antidepressivos e suplementação de melatonina.

Além disso, também é necessário ter um acompanhamento com o nutricionista e praticar atividade física, pois o exercício regular é a melhor maneira natural de melhorar a produção de hormônios do bem estar e que controlam a fome e o sono.

Para conhecer outros transtornos alimentares, veja também as diferenças entre anorexia e bulimia.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here